RSSFacebookTwitterYouTube

Dicas para um bom texto publicitário | Parte I

Novidade no blog.
Dicas para um bom texto publicitário é uma colaboração do Zeca Martins.
Serão 7 publicações. Confira a primeira.


Não vou tomar seu tempo com determinada questiúncula corrente alhures, acerca de dever o texto publicitário ser curto ou longo. De cara, já vou afirmar que o texto de um anúncio não pode mesmo é ser pedante como a frase anterior (questiúncula corrente alhures, acerca de…? Que horror!). Faço a seguir algumas observações baseadas na experiência do dia-a-dia, e alerto que são apenas observações, porque não creio em normas rígidas para nada, muito menos para a elaboração de um texto publicitário.

Texto curto ou texto longo?
Muita gente – por achar que as novas gerações de consumidores representam o que não se poderia chamar exatamente de letradas, por seus níveis insuficientes de leitura e crescente apego à imagem – acredita que textos publicitários devam ser curtos ou, até, inexistentes. É o pessoal que advoga a comunicação eminentemente conceitual, seja lá o que isso signifique. Por falar nisso, existe um ‘conceito’ por aí que diz que a atual geração (nascidos nos anos oitenta e após) é predominantemente formada por Xers (leia-se écsers), isto é, a turma do X, das opções por múltipla escolha, da linguagem de videogame, em suma, gente que não gosta de ler e quer receber a informação já mastigada, prontinha para digestão. Esta rapaziada estaria em contraposição aos boomers, no caso eu, nascido no boom populacional da década de 1950, e meus contemporâneos, os quadradões que estudaram filosofia e latim no colégio e foram obrigados a ler na marra Machado de Assis e demais expoentes da literatura em língua portuguesa (eu era um sortudo e não sabia).
Se partimos deste princípio de Xers, boomers, geração isso, geração aquilo, corremos apenas o risco de alimentar preconceitos que, como já vimos, são puro veneno para a boa comunicação. O que é indispensável é conhecer bastante bem o público-alvo para falar com ele de modo a mais facilmente persuadi-lo para as virtudes do produto anunciado. Em outras palavras, faça seu texto publicitário do tamanho que você achar que deve fazer e em função do que o seu feeling disser.


Trecho extraído do livro PROPAGANDA É ISSO AÍ! Clique para conhecer o livro.


Publicado: 23 setembro 2010
Compartilhe:
 
 

Comentários via Facebook

8 Comentários via blog

  1. Laíza
    23. setembro 2010 um 15:54

    “O que é indispensável é conhecer bastante bem o público-alvo” PONTO FINAL. E que arte não venha querer limitar o tamanho do seu texto nunca, AMÉM?

  2. Dexter
    23. setembro 2010 um 17:08

    Cara, o que você disse é simplesmente verdade. Sou DA, mas antes da direção de arte sou um vendedor. Um vendedor impessoal, ou melhor, vestido de produto. Arte-conceito, estilo isso, estilo aquilo, não é nenhuma fórmula de sucesso.

    Ainda mais se alguém se prende à essas firulas como regras! A regra é o feeling, e como você disse, sacar qual é a de seu público alvo.

    É o que David Ogilvy disse há 60 anos, e essa receita não se defasou.

  3. Chico Kretzer
    23. setembro 2010 um 18:47

    “…faça seu texto publicitário do tamanho que você achar que deve fazer e em função do que o seu feeling disser”. Nada mais.

  4. Mayara Medeiros
    27. setembro 2010 um 14:03

    Quando terá outro cuso de redação publicitária com o Zeca????
    Abraços!

  5. Chico Kretzer
    27. setembro 2010 um 18:06

    E a segunda parte? Quando chega? Ansiedade dessa continuação tá longa já. hehe…Valeu.

  6. Tiago Moraes
    27. setembro 2010 um 22:35

    Opa. Toda quinta-feira estamos aew! Dica nova!
    Abras

  7. Tiago Moraes
    30. setembro 2010 um 12:48

    Olá Mayara.
    provavelmente em dezembro haverá outro curso do Zeca em São Paulo.
    Abras

  8. Aline Rodrigues
    4. outubro 2010 um 12:56

    Pra quem curte Redação Publicitária, aí vai uma diga bem legal de blog. DR - Discutindo a Redação Publicitária ( http://www.discutindoaredacao.wordpress.com )

Comentar via blog

Security Code:

podcast do putasacada
calcule o tempo de leitura
contador de caracteres