MAM | Quê Comunicação

Mais uma campanha bacana da Quê Comunicação para o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. A vida tem um pouco de Munch, Lichenstein, Botero e Modigliani.

pintores2_mam

pintores3_mam

pintores1_mam

pintores4_mam


Publicado: 10 julho 2012
Compartilhe:
 
 

Comentários via Facebook

7 Comentários via blog

  1. Tomás
    10. julho 2012 um 11:38

    Achei legal, mas me lembrou bastante os trabalhos da DCS.
    E publicitário só conhece Munch, Lichenstein e Botero?

    Seguem as peças da DCS, de 2009

    http://bexigaamarela.files.wordpress.com/2009/04/margsmunch.jpg?w=640

    http://bexigaamarela.files.wordpress.com/2009/04/margslichtenstein.jpg?w=640

    http://bexigaamarela.files.wordpress.com/2009/04/margsbotero.jpg?w=640

  2. Rafael
    10. julho 2012 um 18:17

    Discordo. Acho totalmente diferente.

  3. Ingrid
    11. julho 2012 um 16:34

    Também discordo do Tomás!
    Uma mostra a arte apreciando o real, a vida.Na outra, vemos uma exemplificação clara do ditado “a vida imita a arte”.

  4. Tássio
    12. julho 2012 um 15:21

    O nome “Lichtenstein” é aportuguesado? eu pesquisei, e encontrei o nome dele escrito dessa forma que escrevi.

  5. Otávio
    17. agosto 2012 um 23:08

    Pelamordedeus, o nome do artista tá errado, é Roy Lichtenstein!
    Essas peças não podem ter sido publicadas, são fantasmas, como diria o Olivetto.

  6. Otávio
    17. agosto 2012 um 23:11

    Defendendo minha classe, não é que só conheçamos estes - mas temos que explorar algo que encontre reflexo no mínimo conhecimento que o público tem da arte - que são estas obras e artistas mais populares. Tem que haver identificação. Ou vamos falar de Henri Rousseau? Tem que ser na base da Monalisa, mesmo.

  7. Flavio Medeiros
    28. agosto 2012 um 11:58

    Caríssimos,

    essas peças sairam, foram aprovadas com louvor pelo cliente e veiculadas. Portanto, não são fantasmas. E lá se vão muitos anos: essa campanha é de 2003 e foi shorlist em Cannes neste ano.

    FH

    Em tempo: na peça veiculada o nome “Lichtenstein” foi corrigido.

Comentar via blog

Security Code:

podcast do putasacada
calcule o tempo de leitura
contador de caracteres
Facebook Putasacada